Escherichia Coli Bactéria na urina é grave? Saiba o que é, remédios e tratamentos

Escherichia Coli é o nome dado a um grupo de bactérias comumente encontradas no intestino humano, podendo causarem, também, infecções gastrointestinais e urinárias.

Entenda mais sobre a E. Coli, por meio das informações que selecionamos a seguir:

Transmissão da Escherichia Coli

A E. Coli pode ser transmitida por meio do contato com a bactéria, que ocorre de diversas formas, sendo as mais comuns:

  • Ingestão de água contaminada;
  • Consumo de alimentos contaminados;
  • Contato das fezes com o trato urinário (quando que se faz a higiene íntima passando o papel de trás para frente, por exemplo);
  • Contato com as fezes do bebê após a troca de fraldas.

A transmissão da E. Coli se dá, principalmente, entre crianças.

Riscos

Estas bactérias habitam o corpo humano e, geralmente, não apresentam nenhum risco à saúde. Porém, quando elas se proliferam e chegam a um número elevado, ou quando há contaminação por E. Coli, existem grandes riscos de infecções intestinais ou urinárias a E. Coli é a principal causadora de infecções urinárias.

Além disso, se a bactéria infectar outras partes do organismo, ela pode causar outras doenças, como:

  • Apendicite;
  • Meningite;
  • Septcemia.

Sintomas

A E. Coli em si não apresenta nenhum sintoma, já que, naturalmente, habita o corpo humano. Porém, as pessoas com infecções causadas pelas bactérias podem apresentar:

  • Febre;
  • Diarreia;
  • Vômito;
  • Dor de estômago;
  • Dor abdominal;
  • Mal-estar;
  • Fadiga;
  • Perda de apetite;
  • Dor ao urinar;
  • Vontade incontrolável de ir ao banheiro.

Caso a E. Coli provoque outras doenças, além das infecções intestinal e urinária, é possível que a pessoa infectada apresente outros sintomas específicos.

Tratamentos

O tratamento para E. Coli vai depender do problema causado pela bactéria. Na maioria dos casos, é necessário tomar um antibiótico, que deverá ser recomendado por um médico especialista.

Além disso, é importante beber muita água, especialmente em casos de infecção urinária, assim, a bactéria é eliminada na urina com mais facilidade. Em casos de diarreia causada pela E. Coli, não se deve tomar remédios para prender o intestino, já que isso pode fazer com que a bactéria fique presa” no organismo.

Outros tratamentos recomendados podem ser com:

  • Analgésicos;
  • Repouso;
  • Antibióticos;
  • Alimentação leve.

Ainda, podem ser indicados tratamentos para aliviar os sintomas causados pelas bactérias, como remédios antitérmicos, para enjoo e outros. Se for o caso de problemas da bactéria na urina vale a pena conferir os remédios para infecção urinária.

Prevenção

A prevenção da E. Coli é muito importante, podendo ser feita por meio de atitudes simples no dia a dia. É importante ensinar estes hábitos às crianças, já que elas são as mais propensas à infecção, principalmente pelo fato de colocarem a mão na boca com frequência.

Alguns hábitos importantes são:

  • Lavar muito bem as mãos após usar o banheiro e antes das refeições;
  • Lavar muito bem os alimentos, principalmente os que serão consumidos crus;
  • Não beber água que possa estar contaminada (como água de piscina, mar e água não tratada);
  • Fazer a higiene íntima corretamente (nunca levando o papel de trás para frente, já que isso faz com que haja a possibilidade de levar resquícios de fezes até a vagina, no caso das mulheres).

A quantidade do E. Coli no organismo é que vai determinar se ele será problemático ou não, já que é uma bactéria que faz parte da flora natural do corpo.